Liga da Justiça Sombria | As razões que levaram Doug Liam a dirigir o filme

691 Visualizações Deixe um comentário

Doug Liam foi escolhido como diretor do filme Liga da Justiça Sombria

Como havia sido anunciada a animação da Liga da Justiça Sombria, o live action era tido como cancelado. Entretanto, segundo a Variety, o projeto provavelmente terá um papel crucial no universo cinematográfico da DC/Warner.

Assim, Doug Liam, diretor de Liga da Justiça Sombria, comentou as razões de ter sido escolhido pela Warner Bros. para comandar o filme que unirá heróis sobrenaturais do repertório da DC Comics, entre eles, Constantine, Monstro do Pântano e Etrigan. Os comentários do diretor foram feitos ao IGN.

Eu amo esses personagens, amo a Warner, e amo Scott Ruddin [Produtor do longa]“, declarou Liman ao IGN. “Assim, quando precisam de algo não convencional, as pessoas vêm até mim, daí surgiu o convite!“.

Guillermo del Toro por anos desenvolveu o projeto, porém, o Hollywood Reporter comentou que, não teria mais qualquer envolvimento com a produção. Já Scott Rudin, que assinou a versão anterior do roteiro com Del Toro, continua como produtor e Michael Gilio é o novo responsável pelo script. A trama envolverá o roubo de uma série de livros ancestrais sobre a destruição da humanidade. Assim, ao descobri o crime, John Constantine decide reunir um grupo de heróis especializados no oculto para salvar o mundo de sua perdição.

Além de Constantine, o novo longa contará com Zatana, Desafiador e Demônio. Constantine enfrenta e caça demônios na Terra; Zatana é uma maga descendente de Nicolas Flamel; Desafiador é um fantasma com o poder de se desmaterializar; Demônio é um ser que, apesar de vindo do inferno, usa suas forças normalmente para o bem – seu alter-ego é Jason Blood.

Ainda não uma data definida para estréia do longa.

Sobre o Autor

Rhaydrick Sandokhan

Apaixonado por tudo que popula a cultura PoP, GeekNerd,DataGeek... A propósito: "I'm Batman!"