Pedra No Céu | Crítica

837 Visualizações Deixe um comentário

“Qualquer Planeta é a Terra Para Aqueles Que Nele Vivem.” – Pedra no Céu

Disponibilizada no Brasil pela Editora Aleph, Pedra no Céu é um obra de ficção-científica escrita por Isaac Asimov, publicada originalmente em 1950. Trata-se do primeiro romance escrito pelo autor, cuja a história é fortemente influenciada pelo terror que o mundo vinha experimentando, devido aos ataques nucleares as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki.

O livro conta em suas pouco mais de 300 páginas, um drama vivenciado por Joseph Schwartz, um alfaiate que foi vítima de um experimento científico e acabou sendo enviado para milhares de anos no futuro. Chegando a esta nova Terra, percebe-se que o planeta já não é mais o único lar da humanidade, que se espalhou pela galáxia colonizando diferentes mundos.

Tamanha quantidade de anos se passaram que os humanos de outros sistemas acabaram por se esquecer de suas próprias origens, levando a acreditarem que a Terra era apenas mais uma insignificante Pedra no Céu. Os terráqueos eram vistos com bastante preconceito pelos demais integrantes do Império Galáctico, vítimas de abuso devido serem considerados uma classe de seres vivos subdesenvolvida.

O fato é que o uso indiscriminado de energia nuclear tornou boa parte das regiões do planeta Terra, indisponíveis para a vida devido o alto índice de radiação. Deste modo, além dos terráqueos serem considerados como espécies contaminados por esse tipo de energia, também dispunham de pouco espaço para sobreviverem.

Liderados pela Sociedade dos Anciões, foi determinado que na Terra, todas as pessoas deveriam viver até no máximo aos 60 anos de idade. Esta era uma medida de controle populacional, visto o pouco espaço para se viver e também pelo fato que todo aquele com mais de 60 anos já não era mais apto para o trabalho.

A chegada de Schwartz e também do arqueólogo Bel Arvardan a esta pobre e enfraquecida Terra, vão desestabilizar os costumes locais pelo fato de que irão encontrar fortes evidências de que o berço da humanidade, ao contrário do que muitos pensam, é na verdade a Terra.

Tudo irá piorar quando os protagonistas em meio as suas descobertas, tropeçam em um problema ainda maior: uma grande conspiração realizada pela Sociedade dos Anciões, motivados por um forte sentimento de vingança.

Pedra no Céu um verdadeiro clássico cuja a história é bastante atemporal. As questões levantadas por Isaac Asimov são bem contemporâneas, como a presença do preconceito humano e o esquecimento de suas próprias origens. Outro ponto forte do livro é o conteúdo científico, relacionado a química, física e cosmologia.

A obra faz parte da série “Império Galáctico” e com certeza influenciou bastante as demais obras de ficção-científica produzidas nas décadas posteriores.

É um livro de fácil leitura e bastante agradável que irá prender a atenção do leitor do início ao fim. Recomendável a todos os verdadeiros fãs de ficção-científica!

Pedra no Céu

Sobre o Autor

Sandro Pessoa

Metalhead, guitarrista, colecionador de livros e hq's, fundador do site MonsterBrain e Lorde Sith nas horas vagas.