Projeto Vault: sistema de segurança do Google

1395 Visualizações Deixe um comentário

O Google quer fazer o seu telefone mais seguro, sem ter de mudar a forma como os fabricantes fazem smartphones.

A empresa anunciou na sexta-feira (29.05) o projeto Vault, que embala um sistema de segurança digital em um cartão microSD, que telefones e computadores geralmente reconhecem como um dispositivo de armazenamento. A empresa lançou o serviço durante uma conferência no Google I/O.

“Projeto Vault é o seu cofre digital móvel”, disse Regina Dugan, que lidera o Grupo de Tecnologia e Projetos Avançados, ou ATAP do Google, que supervisiona o projeto.

O cartão de Vault é essencialmente um computador seguro que protege as informações pessoais de um proprietário do telefone. Por exemplo, ele pode criptografar ou embaralhar as mensagens de um aplicativo de bate-papo e fornecer níveis extra de autenticação, para que o seu dispositivo saiba que você é você. O cartão tem uma comunicação de campo próximo, ou NFC, chip para comunicação com dispositivos próximos e tem 4 gigabytes de armazenamento. Ele pode ser reconhecido por qualquer sistema operacional – incluindo o Android, Windows e OS X, da Apple -, mas todo o software está sendo executado fora do cartão microSD.

Ambos, Web e segurança móvel, estão tornando-se cada vez mais vulneráveis num momento em que os dados dos consumidores estão sendo armazenados em aplicativos de smartphones e serviços online. Hackers têm realizado ataques de alto perfil em varejistas como a Target e roubado dados da área da saúde e de indústrias financeiras, recolhendo registros médicos, números de segurança social e de crédito e informações bancárias. E graças aos vazamentos de denuncias realizadas por pessoas como Edward Snowden, agora sabemos a extensão em que as comunicações e as atividades online estão sendo monitorados e armazenados por meio de vigilância do governo.

O desenvolvimento de métodos seguros para se comunicar e armazenar dados é uma prioridade do Google para os mais e mais usuários que migram para seus serviços gratuitos como o Gmail, navegador Chrome e Google Maps, todos os quais compartilham dados com o Google para melhor informar os seus produtos de publicidade.

Fonte: CNET

Sobre o Autor

Sandro Pessoa

Metalhead, guitarrista, colecionador de livros e hq's, fundador do site MonsterBrain e Lorde Sith nas horas vagas.