Star Wars: Lordes dos Sith | Crítica

295 Visualizações 3 Comentário

Darth Vader e Darth Sidious juntos em uma caçada no planeta Ryloth

Lançado originalmente em 25 de abril de 2015, Lordes dos Sith (Lords of the Sith) é um livro escrito por Paul S. Kemp, publicado no Brasil em 2016 pela Editora Aleph.

Parte do cânone oficial de Star Wars, a história aborda a misteriosa relação entre o Imperador (Darth Sidious) e seu discípulo, Darth Vader, em 14 ABY (conheça o Calendário Galáctico!), cinco anos após a instauração do Império Galáctico.

Guia Cronológico Star Wars

A história

Durante os primeiros anos do Império Galáctico, o Imperador precisou enfrentar insurreições em diferentes regiões da galáxia, dentre estes infortúnios o movimento Ryloth Livre, ocorrido no planeta natal dos Twi’leks. Liderado por Cham Syndulla, personagem já conhecido por suas participações em episódios da série The Clone Wars, o movimento busca melhores condições de vida aos seres deste planeta, já que estes vivem de maneira bastante precária por conta das ações do Império.

Visto como um problema a se considerar, o Imperador Palpatine e seu discípulo Darth Vader viajam ao planeta Ryloth para tratar pessoalmente deste problema. No entanto, Cham Syndulla, alertado por seus informantes prepara uma poderosa emboscada ao Star Destroyer Perigo, o qual acomoda os dois Lordes Sith.

As consequências do ataque fazem com que Darth Sidious e Darth Vader iniciem um processo de fuga, os levando até os confins de uma perigosa floresta em Ryloth.

A partir de então, os dois Sith precisarão enfrentar as desventuras de lidar com terríveis animais selvagens, enquanto são caçados pelo grupo de Cham. A cada nova situação, novos testes e questionamentos serão realizados por Darth Sidious a Vader, que ainda sofre com as lembranças de seu passado.

Star Wars - Lordes dos Sith

Opinião do MonsterBrain

É fato que a obra escrita por Paul S. Kemp, é muito bem apresentada, levando em conta que o autor já possui experiência na franquia, sendo responsável por outros livros de Star Wars.

Lordes dos Sith aborda um assunto que ainda gera bastante curiosidade entre os fãs da franquia, que é justamente os personagens que manipulam o Lado Sombrio da Força. O livro mostra o quão terrível é enfrentar qualquer um destes, dado os seus grandes poderes.

No caso de Darth Vader, ainda trata-se de um personagem novo, que ainda está se acostumando com seu novo hábito de vida e que sofre muito por isso, apresentando em todos os seus momentos grande tensão e fúria por conta de seu estado atual e por sempre estar na mira do Imperador.

Palpatine, é apresentado com uma grande tranquilidade, fruto de sua maturidade. O personagem é incrivelmente sarcástico e seguro de suas decisões. Seja dentro de uma nave sendo destruída, ou enquanto é caçado por milhares de animais selvagens, Darth Sidious continuará agindo como se tudo fosse parte de uma grande diversão, rindo e fazendo caretas enquanto mutila seus inimigos com o sabre de luz.

Seu poder o permite inclusive compreender as reações de Darth Vader, quase que lendo sua mente, o questionando de maneira sarcástica em todos os momentos em que os ex-jedi lembra de seus antigos entes queridos e até mesmo quando sugeri a morte de seu mestre.

Os dramas secundários enriquecem a obra, nos possibilitando compreender como era a situação naquele período: Cham e sua braço direito Isval, lidam com as constantes mortes de seus amigos e o amor por sua causa em prol da liberdade; por outro temos os tradicionais relacionamentos de competitividade entre oficiais do Império, neste caso a moff Mors e seu principal agente Belkor.

Outro fato a se discutir é que em Lordes dos Sith, continua-se a prática de inclusão de gêneros, assim como vem acontecendo nos demais livros. A participação feminina tem grande peso, já que Isval e Mors são duas mulheres de patentes elevadas dentro de seus respectivos grupos, além de possuírem bastante força. No caso de Mors, a oficial também é retratada como uma mulher que sofre pela morte de sua esposa em Coruscant.

No entanto, Lordes dos Sith peca pelas poucas informações que “nós”, fãs da franquia desejávamos saber em relação a diversas coisas, principalmente o que se relaciona a filosofia dos Sith, seu treinamento, história e outros que manipularam o Lado Sombrio.

Esta é uma característica que boa parte dos livros de Star Wars, pertencentes a este atual cânone vem praticando, apresentando histórias bastante fechadas, sem muita ligação com outros eventos. Seria muito interessante Palpatine falar sobre outros Lordes Sith, onde era falado o idioma arcaico que ele mesmo cita nas página deste livro. Como seria o treinamento de Darth Vader, sem ser somente alguns questionamentos? São questões que tornariam um livro como Lordes dos Sith ainda mais memorável.

Por fim, temos a capa do livro que por si só é muito linda, mas não tem nada haver com a história. Ela mostra os famosos Walkers AT-AT, que em nenhum momento da história são apresentados. Tem também o fato de que a capa mostra o combate entre Tropas Imperiais contra soldados humanos, quando na verdade todo combate foi realizado entre Stormtroopers e seres da raça Twi’lek.

Devemos ressaltar que esta é a capa original da obra, pois infelizmente a Editora Aleph provavelmente não teve maneiras de providenciar a alteração da mesma. Capas providenciadas pela Aleph costumam ser melhores que as originais, assim como podemos ver em Herdeiro de Jedi, elogiada de maneira grandiosa pelo próprio autor do livro.

Lordes dos Sith é um bom livro, essencial a todos o fãs que queiram compreender ainda mais sobre a relação entre Darth Sidious e Darth Vader. Poder ler sobre Palpatine em ação é sempre uma grande satisfação.

Você já leu ou ainda irá ler Lordes dos Sith? Deixe seu comentário!

Sobre o Autor

Sandro Pessoa

Metalhead, guitarrista, colecionador de livros e hq's, fundador do site MonsterBrain e Lorde Sith nas horas vagas.