The OA | Crítica

853 Visualizações Deixe um comentário

The OA, série original da Netflix

Filosofia, religião, aventura e magia são alguns do elementos que recheiam The OA, a nova série original da Netflix, disponibilizada na última sexta-feira (16/12).

The OA - Netflix

A trama criada por Brit Marling, que também protagoniza a série, e Zal Batmanglij nos convida a esquecer nosso sentido visual e escutar a história da protagonista, além é claro de brincar bastante com nossa imaginação desde os primeiros minutos do trama, e nos prepara a deixar nossa mente aberta ás suas metaforas e a seu enredo.

No cerne de The OA, temos a história de uma garota cega que desaparece no dia do seu aniversário de 21 anos e é encontrada em um hospital após pular de uma ponte, 7 anos depois, além de agora enxergar. A história de Prairie, protagonista da trama, é envolta em mistério do início ao fim. A principal resposta procurada por sua família, policiais, vizinhos e imprensa é como ela voltou a enxergar e o que aconteceu durantes esses anos em que aparentemente esteve em cativeiro. Traumatizada, recusa-se a contar pelo que passou, apesar da insistência de Nancy, sua mãe.

Ao longo de cada um dos oito episódios, vamos descobrindo e redescobrindo a história de Prairie e como ela se tornou The OA, além de sermos apresentados aos problemas pessoais de cada um dos coadjuvantes: a professora que ao perder o irmão já não vê sentido na vida, um aluno e atleta exemplar que precisa sustentar a família porque a mãe tem problemas com álcool entre outros. Confira o trailer,

Nos dois primeiros episodios a trama pode parecer bastante fantasiosa, e não agradará alguns, entretanto é impossível não se apaixonar pela série e sua trama inteligente, pelos questionamentos sobre a vida e o universo, mas principalmente pelas duas narrativas centrais, o cárcere de Prairie e a vida daquelas pessoas desajustadas aos padrões da sociedade.

The OA - Netflix

Já assistiu ou tem interesse em conferir The OA? Deixe seu comentário!

RELATED ITEMS
Sobre o Autor

Rhaydrick Sandokhan

Apaixonado por tudo que popula a cultura PoP, GeekNerd,DataGeek... A propósito: "I'm Batman!"